REGISTRO BRASILEIRO DE DIÁLISE

Data da última modificação: 11/05/1995 


Os poucos dados que dispomos sobre diálise no Brasil, são coletados anualmente para atender à Sociedade Latino-americanade Nefrologia e Hipertensão (SLANH) a qual organiza o Registro Latino-americano de Diálise e Transplante Renal. O Departamento de Informática da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN) esta empenhado em constituir o Registro Brasileiro de Diálise desde janeiro de 1994. Os resultados até o momento não são promissores, mas por enquanto continuaremos investindo. Todas as informações exibidas neste texto eletrônico são referentes ao período de 01/01/92 a 31/12/93.


Tabelas

Figuras

Lista dos Centros Participantes

Créditos


Retorno ao Menu Registro, 1993


Tabela 1 - Centros Conhecidos pelo Registro de SBN que Retornaram os Questionários da SLANH

Tabela 2 - Incidência e Prevalência por Modalidade de Tratamento

Tabela 3 - Principais Características dos Centros

Tabela 4 - Tamanho dos Centros

Tabela 5 - Tipos de Tratamento de Água

Retorna ao Menu


Figura 1 - Distribuição dos Pacientes que Iniciaram Tratamento em 1992 por Faixa Etária e Sexo

Figura 2 - Distribuição dos Pacientes que Iniciaram Tratamento por Frequencia das Nefropatias

Figura 3 - Resumo do Fluxo e Estoque de Pacientes em 1992

Figura 4 - Distribuição Percentual dos Pacientes pelos Motivos de Saída (N = 1812)

Figura 5 - Distribuição Percentual dos Pacientes pela Causa dos Óbitos (N = 1181)

Retorna ao Menu


TABELA 1 - CENTROS CONHECIDOS PELO REGISTRO DA SBN QUE RETORNARAM OS QUESTIONÁRIOS DA SLANH, 1991 - 1992
Região     Estados      1991            1992               

                    Responderam   Conhecidos Responderam       %     

Norte                               3           0              0     

             AM                        1           -               

             PA                        2           -                 

Nordeste                           57           9             16    

             MA                        1           -                 

             PI                        4           1               

             CE         1             14           -                

             RN                        5           1               

             PB                        5           -                 

             PE         1             11           3               

             AL                        3           1               

             SE                        1           -                 

             BA         1             13           3               

Centro-Oeste                       18           2             11    

             DF                        5           -                

             GO                        7           -                

             MT                        2           -                

             MS         1              4           2               

Sudeste                           211          64             30    

             MG         2             55          14              

             ES         2             10           5               

             RJ         8             45          18              

             SP         22           101          27              

Sul                                82          16             20    

             PR         1             23           6               

             SC         3             11           2               

             RS         7             48           8               

TOTAL                49 (11%)        371          91          25    



Retorna ao Menu de Tabelas

TABELA 2 - INCIDÊNCIA E PREVALÊNCIA POR MODALIDADE DE TRATAMENTO
                          PACIENTES REGISTRADOS                  



                  Iniciaram em '92     Prevalência em 31/12/92   



                   n          /PMP          n           /PMP     



     HD           2282        15,2         4960         33,1     



     CAPD          462         3,1          723          4,8      



     DPI           689         4,6          159          1,1      



     Total        3433        22,9         5842         39,0     



/PMP = por milhão de população

População em 1992 :149.69 milhões Centros de diálise: 2,5 por milhão de população

Retorna ao Menu de Tabelas

TABELA 3 - PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DOS CENTROS
                 NORTE     NORDESTE    CENTRO-OESTE   SUDESTE      SUL      TOTAL 

Nº de Centros     -            9            2           64          16        91   

Nº de pacientes   -          313           82         3018         834      4287   

Mediana de reuso  -        8(6-20)         11       10(6-25)     12(8-30)         

Pac.HD c/HCO3     -           72           34         1605         499      2210  

Recebem eritrop.  -           56           20          398          57       531  

Nº HBsAg +        -           26            2          280          94       402  

HBsAb e HBcAb neg -          116           59         1306         284      1765  

Nºimun. natural   -           36            9          295         148       488  

Nº imun. vacina   -          104            -          827         241      1172  

Nº pac. HIV+      -           -             -           35           3        38   

A espera de Tx    -           41           38         1910         417      2406  



Retorna ao Menu de Tabelas

TABELA 4 - TAMANHO DOS CENTROS
                MEDIANA                    NÚMERO DE CENTROS                   

               PAC/CENTRO                                                      

                            < 30 PAC.  31 - 60 PAC.  61 - 90 PAC.  > 90 PAC.   

Norte              -            -            -             -            -      

Nordeste      31(9-124)         3            2             1            1      

Centro-Oeste  41(37-45)         -            2             -            -      

Sudeste       45.5(3-45)       18           19            12            9      

Sul           44(26-150)        4            7             4            1      



Retorna ao Menu de Tabelas

TABELA 5 - TIPOS DE TRATAMENTO DE ÁGUA
                                      NÚMERO DE CENTROS                            

            SEM TRATAMENTO    FILTRO      ABRANDADOR    DESMINERA-LIZADO  OSMOSE

                                                               R          REVERSA

Norte             -              -             -               -             -   

Nordeste          2              2             -               5             -   

Centro-Oeste      -              1             -               1             -   

Sudeste           2             15             3              33             3   

Sul               -              1             -              14             -   



Retorna ao Menu de Tabelas

FIGURA 1 - DISTRIBUIÇÃO DOS PACIENTES QUE INICIARAM O TRATAMENTO DIALÍTICO EM 1992 POR FAIXA ETÁRIA E SEXO

Retorna ao Menu de Figuras

FIGURA 2 - DISTRIBUIÇÃO DOS PACIENTES QUE INICIARAM TRATAMENTO POR FREQUENCIA DAS NEFROPATIAS (N=3433)

Retorna ao Menu de Figuras

FIGURA 3 - RESUMO DO FLUXO E ESTOQUE DE PACIENTES DURANTE 1992

Retorna ao Menu de Figuras

FIGURA 4 - DISTRIBUIÇÃO PERCENTUAL DOS PACIENTES PELOS MOTIVOS DE SAÍDA (N = 1812)

Retorna ao Menu de Figuras

FIGURA 5 - DISTRIBUIÇÃO PERCENTUAL DOS PACIENTES PELA CAUSA DOS ÓBITOS (N = 1181)

Retorna ao Menu de Figuras


Lista dos Centros Participantes


AL: Clínica Renal do Hosp. Ortopédico Maceió BA: Clínica Nephron, Hosp. Universitário Prof. Edgard Santos, Instituto Cárdio Pulmonar Bahia LTDA. ES: Casa de Saúde Santa Maria, CCR - Clínica Capixaba do Rim LTDA, Hospital Ass. Ferroviários Vitória Minas, Hospital Evangélico do Espírito Santo, Sta. Casa Misericórdia Cachoeiro Itapemirim. MS: Santa Casa de Campo Grande, SMED RIM Pesquisas Com. e Ind. LTDA. MG: Assoc. Benef. Católica Hosp. Sta. Isabel, BIOCOR Hospital, COTREL S.A. Hosp. de Acidentados, CTDR Santa Casa de Juiz de Fora, Faculdade de Medicina de Itajubá, Hemodiálise Hospital Bom Pastor, Hospital do Coração Lavras LTDA, Hospital Evangélico BH, Hospital Vera Cruz, Nefroclínica Hospital Regional, Nefrologia do Hospital Ibiapaba S/A, Nefrologia H.C. / FAUPU / UFV Uberlândia, Sta. Casa de Mis. de S. Sebastião do Paraíso, Serviço de Nefrologia do HCSL. PR: Clínica de Doenças Renais S/C LTDA, Hospital Evangélico de Londrina, Santa Casa de Curitiba, Santa Casa de Maringá, Sta. Casa Mons. Guilherme Foz do Iguaçu, Unidade de Terapia Renal de Pato Branco. PE: Clínica do Rim Petrolina, Inst. Nefr. e Urol. de Caruaru S/C LTDA, Instituto de Doenças Renais LTDA. PI: Clínica Nefrológica do Piauí. RN: Casa de Saúde Dix-Sept Rosado. RS: A. C. Santa Casa do Rio Grande, Assoc. Hosp. Caridade de S. Juí, Cardionefroclínica, Clinefro, Clínica Renal Santa Lúcia Hosp. Dom Bosco, Hospital São Lucas da PUCRS, Hospital Tacchini, Reviclin Clínica Renal LTDA, Santa Casa de Uruguaiana, UNI-RIM Clínca de Doenças Renais. RJ*: Beneficência Portuguesa do Rio de Janeiro, CDR - Clínca de Doenças Renais - Botafogo, Clínca de Rim Artif. São João Meriti, Clínica do Rim Campo Grande, Clínica Nefrológica LTDA, Clínica Nefrológica Santa Tereza LTDA, Hosp. Universitário Gaffree e Guinle, Hospital Adventista de Nefrologia, Hospital Evangélico do Rio de Janeiro, Hospital Naval Marcílio Dias, Instituto de Nefrologia da SCMRJ, Pró Nephron, SENEFRO Serv. Médicos Nefrológicos LTDA, SICARD LTDA, UNI-RIM Nefrologia. *2 serviços não identificados. SC: Centro de Tratamento de Doenças Renais, Clínica de Rins Vale do Itajaí S/C, Clínica Renal do Oeste LTDA. - Chapecó. SP: Assoc. Func. Public. Esp. Santo, CDTR Ciências Médicas e Biologicas PUC SP, CEDIT - Serviços Médicos S/C LTDA, CENED Centro de Nefrologia e Diálise S/A, CETENE - Centro de Terapia Nefrológica, CNH - Centro de Nefrologia e Hipertensão, Empreendimentos Hospitalares São Jorge, Escola Paulista de Medicina / IPEPENHI, Evaldo Foz, Fundação Padre Albino, Fundação Universitária de Saúde Taubaté, Hospital Amico, Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, Hospital de Base de Bauru, Hospital de Clíncas da UNICAMP, Hospital e Maternidade Alvorada, Hospital Panamericano, Hospital Santa Paula S/A, Instituto do Rim de Pres. Prudente S/C, Nefrologia e Diálise Sta. Catarina, S.J. Soc. Mutuos C. de S. Domingo Anastácio, Santa Casa de Dracena, Santa Casa de Ribeirão Preto, Santa Casa de Rio Claro, Sociedade Portuguesa de Beneficência, Sta. Casa de Mis. Dona Carolina Malheiros, Unid. de Diálise Hosp. Mat. S .Cristóvão.

Retorna ao Menu


Créditos


REGISTRO BRASILEIRO DE DIÁLISE, 1992

Autores: Departamento de Informática da SBN: Meide S. Anção e Daniel Sigulem

Insituições: Escola Paulista de Medicina, Centro de Informática em Saúde e Sociedade Brasileira de Nefrologia

Retorna ao Menu


Responsável: Dr. Meide Silva Anção.